Promovendo conversas sobre diversidade

Objetivo

  • Aumento do engajamento da equipe
  • Entendimento sobre fatores dentro do time que precisam ser mudados
  • Abertura para diálogos mais saudáveis e sustentáveis dentro da empresa 
  • Evolução profissional e melhora da autoestima 
  • Maior satisfação dos membros em trabalhar dentro do time que pertencem

Referência

O City Bureau é uma redação sem fins lucrativos que visa produzir jornalismo cívico que reúna jornalistas e comunidades de forma colaborativa. Foi fundada em 2015 e em 2019 construiu um guia aberto para boas práticas nas redações para ajudar os jornalistas serem mais valorizados e motivados dentro das redações. 

Resultados

  •  Criação de uma cultura de conversa e escuta constante com troca de visão de mundo e maior entendimento de quem é a pessoa que trabalha na equipe
  • Aumento do respeito entre os integrantes da mesma equipe
  • Abertura para diálogos mais saudáveis e sustentáveis dentro da empresa 
  • Melhora da autoestima e maior satisfação dos membros em trabalhar dentro do time que pertencem

Como Medir:

> Por meio da percepção do aumento do engajamento e da qualidade de entregas da equipe

> Coletando feedbacks trimestrais sobre a opinião dos funcionários em relação às práticas da equipe e gerência. 

Passo a passo 

Dica um – dinâmica de grupo

Primeiro Passo.

  • Reúna pessoas de diferentes perfis (e se possível até vindos de times ou núcleos diversos) em um espaço
  • Sem julgamento, questione todos do seu time como é possível aumentar o engajamento da empresa
  • Faça perguntas ligadas ao desenvolvimento de cada indivíduo do time. Ex “Como você pode equilibrar sua vida pessoal e profissional?”
  • Questione como a gerência pode melhorar 
  • Pergunte qual o maior objetivo da redação naquele trimestre ou semestre

Segundo passo. Agende dinâmicas de grupo a cada três meses (ou período que decidir sem muito espaçamento) com o foco de juntar pessoas de diferentes perfis da mesma empresa. 

  • Realize rodas de conversas com temas ligados à diversidade
  • Formações e worshops práticos conectados com temas estratégicos 
  • Atividades de autoconhecimento e escuta afetiva

Terceiro passo. No final de cada reunião, realize uma reflexão e depois colha depoimentos estigando diálogos diretos sobre sensibilização e empatia de cada participante.

Dica dois – Individual

  • Realize conversas individuais com os profissionais dentro de um período de tempo (a cada três meses, por exemplo)
  • Planeje um questionário de opinião e com espaço para reflexão dos membros da equipe: coordenadores; auto-avaliação; e 360º 
  • Para a auto-avaliação, o funcionário deve adicionar as atualizações trimestrais a cada objetivo pessoal / profissional que desejam. Além disso, para a revisão no meio do ano, o membro do time deve escrever pelo menos 1 parágrafo refletindo nos últimos 6 meses.
  • Programe um horário para se encontrar pessoalmente (1 hora – mas deixe espaço para até 30 min extra)
  • Deixe tudo cadastrado e acompanhe a evolução de cada membro da sua redação (durante a evolução e a criação do espaço de diálogo, não se esqueça de avaliar aspectos externos de cada indivíduo do seu time)

Links úteis:
https://docs.google.com/presentation/d/19ZrhoG0EFbSUK0cihpbPOWmi9Mi0A2tNiMr1UxzpCSk/edit?mc_cid=1449c56b98&mc_eid=d18d8a4ed7#slide=id.g75744e445c_0_0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *