Perguntas básicas para ir além da reportagem

Tempo de leitura: 2 minutos
Objetivo
  • Como criar um pensamento mais crítico durante a montagem da pauta
  • Mostrar que pequenas perguntas básicas feitas a si mesmo podem mudar a visão de toda uma matéria 
  • Ir além do lead padrão (Quem, o quê, quando, como, onde e por quê)
Referência

A Society of Professional Journalists (SPJ) é uma das organizações jornalísticas mais antigas dos Estados Unidos. Foi fundada em 1909 e promove a liberdade jornalística, ética e diversidade dentro da área por meio de pesquisas e boas práticas. Entre uma gama de produtos editoriais, se destaca a “Caixa de Ferramentas da Diversidade”, uma página que reúne artigos e recursos para ajudar a ampliar as perspectivas no jornalismo. O artigo da jornalista e presidente da SPJ, Dori Maynard, ensina como perguntas básicas e simples antes de qualquer entrevista podem mudar a visão toda de uma matéria. 

Resultados
  • Aumento de fontes de origens mais diversas [antes predominada por entrevistadas(os) e profissionais brancos]
  • A redação iniciou mais debates relacionados à origem dos entrevistados e, a partir disso, outras pautas foram surgindo 
  • Outras regiões do país começaram a ganhar mais vozes, e a centralização da notícia começou a diminuir para outros territórios 
  • Crescimento de ferramentas e informações de grupos poucos representados pela mídia – muçulmanos, indígenas e comunidades afastadas das grandes cidades.
  • Produção de matérias que saem do ciclo familiar e da visão dos próprios repórteres 
  • Organização de grupos de conversas entre jornalistas e a população local
  • Artigos premiados por narrarem histórias detalhadas e de relevância nacional 
Como Medir


>Observar a diversidade dentro das fontes entrevistadas pelo jornal no início do projeto. Medir a cada semestre e relatar a mudança ou o que pode ser melhorado para o time.

>Periodicamente analisar e comparar a origem do usuário que está seguindo o veículo (com a mudança de perfil de fontes, há chances de o público leitor mudar também).

>Pelo engajamento do time junto da comunidade local (pelo número de reuniões, eventos e projetos voltados para a persona vinda de uma comunidade menos representada).

Passo a Passo

Escreva um checklist com as perguntas básicas abaixo:

Como eu posso ir além do Lead (“O quê? Quem? Quando? Onde? Como? Por quê?”) ? 

Qual é a história da etnia da pessoa entrevistada? Qual a classe social e geração dela? 

Pesquise sobre a geografia que representa essa pessoa. Ex: mora na cidade, periferia, e em qual Estado e condição. 

Pergunte qual é o gênero que a pessoa se identifica: feminino, masculino, transgênero, entre outros 

Estude e pesquise questões acima antes de realizar qualquer matéria para que o material seja feito de forma precisa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content