Jornalismo e Métricas: Como conhecer sua audiência e melhorar o conteúdo

Objetivo

  • Medir a experiência do usuário (o que está sendo visto ou não) dentro do portal de notícias 
  • Dar visibilidade para o que realmente está sendo consumido 
  • Criar um diálogo da importância da visualização de dados entre os jornalistas 

Referência

Fundado em 1959, o The Guardian é um jornal britânico mundialmente conhecido. Em 2014, após a iniciativa vinda do Editor de Audiência, Chris Moran, foi criada o Orphan, uma plataforma interna que mensura a audiência e o comportamento dos usuários do portal. 

O painel é um sistema de análise em tempo real. A plataforma funciona para democratizar os dados rapidamente em toda a organização. Porém, mais do que a criação de um sistema inteligente, Moran traz o diálogo da importância do uso de dados e métricas dentro das redações. 

Resultados

  • Criação de um reconhecimento mais dinâmico dos materiais mais comentados e visualizados em diferentes plataformas 
  • Crescimento de editoriais mais populares entre a audiência – reconhecido graças a coleta de dados 
  • A audiência mais do que duplicou em três anos – de 71,8 milhões de usuários únicos para 150 milhões.  
  • Aproximação e empatia dos jornalistas com o mundo dos dados
  • Pautas mais relevantes para o público final 

Como Medir:

> Após um período, é possível medir por meio de usuários únicos 

> Comparativo de número de audiência nas redes sociais 

> Crescimento da equipe

Passo a passo: 

Mesmo sem uma plataforma especial para acompanhar métricas é possível aplicar a prática de visualização de dados nas redações.

Ensino interno. Converse com a sua redação sobre a importância da cultura de visualizar dados mesmo sem todos os recursos necessários. Dê exemplos e deixe claro o objetivo antes de implementar qualquer ideia. 

Modelo de pontuação. Em uma planilha Excel, é possível criar um sistema no qual os assinantes e seguidores são rotulados de verde, amarelo ou vermelho, de acordo com o número de artigos que lêem e com que frequência e quanto comentam. Isso permite que a equipe se concentre melhor em ajustar a experiência do leitor para que os amarelos se tornem verdes, os vermelhos se tornem amarelos e assim por diante.

Reduza o número de histórias. Diminuir o volume de histórias para melhorar a qualidade do conteúdo aumenta o engajamento. Nos últimos três anos, o Guardian reduziu em um terço do número de artigos, porque um terço de suas histórias informava menos de 1% de todo o público. 

Recursos.Ter mais conhecimento de dados pode ajudar as redações a serem mais sensíveis sobre como usar os recursos. Por exemplo, um estudo recente descobriu que “quase ninguém vai a um site de notícias para assistir a um vídeo”. Se isso fosse o seu caso, você pode querer priorizar texto ou áudio para certas histórias para transmitir suas histórias de forma mais eficaz e economizar tempo = dinheiro.

Leitura enxuta. Quando o número de palavras em um artigo aumenta, o tempo gasto diminui, então você precisará melhorar a narrativa para fazer as pessoas lerem até o fim. Reduza o texto, caso perceba que os leitores comentam ou visualizam menos textos longos. 

Olhe para o seu público. Existem muitas maneiras inspiradas em dados para gerar mais tráfego e agregar mais valor ao seu jornalismo existente. Por exemplo, é possível publicar mais versões de uma história ao longo do dia, oferecer diversos boletins de nicho, mais opções de notificação push, melhor o posicionamento da história na página inicial e reutilizar o conteúdo do arquivo. Crie grupos, ou duplas, da sua redação que vão examinar e criar notas dessas ferramentas ao longo de um período determinado. 

Dê feedback. Se organize para sempre a cada período, trimestre ou semestre, compartilhar com a sua redação de forma dinâmica quais foram os resultados alcançados após adotar tal prática. 

Links úteis

https://medium.com/we-are-the-european-journalism-centre/why-journalists-shouldnt-be-afraid-of-metrics-1402a24e780b

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *