Como o jornalismo de soluções pode ajudar na conexão com a audiência

Tempo de leitura: 3 minutos
Objetivos

. Produzir reportagens e projetos alinhados à proposição de soluções

. Impactar uma comunidade a pensar soluções a partir das reportagens

. Fortalecer a relação com a audiência a partir da segmentação do enfoque das produções

. Estabelecer relação com uma audiência que os veículos não costumam dialogar

Referência

O Jornalismo de Soluções tem como base uma narrativa do processo de solução ou tentativa de resolver um problema. Ao invés de focar apenas na denúncia e contextualização de uma questão, precisar explicar as causas do ocorrido, como uma comunidade está se mobilizando para enfrentar o problema, quais os resultados e as limitações das soluções executadas. Por meio dele, uma comunidade pode ser capacitada a agir. A Solutions Journalism Network (SJN) -Rede de Jornalismo de Soluções -, criada pelos jornalistas David Bornstein, Tina Rosenberg e Courtney E. Martin, oferece treinamentos e ferramentas para aplicar esse olhar para o jornalismo dentro das redações. A Fundação Gabo também oferece workshops e bolsas de reportagem, com mentoria, sobre o tema. No Brasil, a jornalista Priscila Pacheco realiza formação em Jornalismo de Soluções.

Resultados

. Produzir matérias que inspirem uma comunidade a buscar soluções para problemas que a afetam

. Engajar leitores em publicações dentro e fora das redes sociais

. Mais facilidade para mensurar o impacto de uma produção jornalística 

Como medir

. Por meio do feedback e conversas com a audiência

. Análise do perfil das pautas produzidas e realizadas

. Relatório de métricas e impacto das publicações

Passo a passo

Engajar a audiência. O jornalismo de soluções tem um alto poder de engajamento com a audiência. Em um texto para o site da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), a jornalista brasileira Priscila Pacheco mostrou como isso pode ser feito em dois passos:

  1. Estabelecer os objetivos e o impacto esperado com a publicação. Você e sua equipe devem saber se o interesse é em fortalecer o vínculo com uma audiência já existente; ampliar o número de leitores, ouvintes ou telespectadores; ou ainda estimular uma conversa entre grupos polarizados.
  2. Planejar ações de contato com a audiência, desde a apuração até a pós-publicação. Exemplo: os clubes de escuta da Rádio Ambulante.

Estabelecendo a conexão. Criar um diálogo com a audiência pelos canais já existentes no veículo. Exemplo: enviar uma pergunta via newsletter, questionando o público sobre histórias e pautas que eles gostariam que fossem produzidas. Depois da matéria produzida, retorne par ao público e pergunte como aquilo repercutiu. O importante é que o público possa se sentir participante da produção.

Manter a comunicação ativa. Manter um canal ativo de contato com a audiência te ajudará a compartilhar o processo de pré-apuração e pós-divulgação das suas matérias, o que facilita a conexão com as pessoas e pode contribuir para gerar uma conversação focada em soluções.

Inspira pessoas. Ao apresentar soluções diante de problemas, o jornalismo de soluções pode ajudar a replicar e inspirar a criação de novas iniciativas voltadas à mesma demanda. Isso ocorre porque a audiência se sente mais poderosa e menos apática em relação aos problemas, depois de ver o engajamento por soluções. 

Ajuda a mensurar o impacto. O jornalismo de soluções também te ajuda a mensurar o impacto de suas produções, pois, ao passo que as pautas se conectam com ações de uma ou mais comunidades, as chances de engajamento das pessoas que fazem parte dessa comunidade aumentam. Geralmente, as reportagens com esse enfoque têm mais leitura nos sites e maior engajamento nas redes sociais. Isso amplia as chances de leitores relatarem por conta própria a repercussão da sua pauta na vida deles ou num grupo específico.

Valor agregado. As pautas de jornalismo de soluções não são sobre histórias felizes ou com valor publicitário, como pode soar à primeira vista. Como elas estão atreladas à proposição de soluções diante de um determinado problema, são histórias com um valor agregado, capazes de capacitar uma população a realizar ações e saber agir diante dos problemas que as afetam. 

Fortalecimento de rede. Como você está cobrindo ações e proposições de uma pessoa ou comunidade em torno de um problema, há uma chance de que suas produções ajudem a fortalecer essas organizações e suas iniciativas. Por meio das reportagens, eles podem ter acesso a novos projetos e até contratos para replicar suas ideias. 

Confiança. Os produtos pensados a partir da lógica do jornalismo de soluções costumam ser considerados mais confiáveis pelo público-alvo, o que pode ajudar a elevar a confiança no seu veículo de comunicação como um todo.

Impactar em políticas públicas. O jornalismo de soluções derruba os obstáculos para as inércias, ao mostrar soluções para os problemas. Isso de certa forma força e cobra os gestores públicos a tomarem algumas decisões alinhadas com as soluções possíveis em curso, o que repercute diretamente na vida da sua audiência. 

Links

https://ijnet.org/pt-br/story/jornalismo-de-solu%C3%A7%C3%B5es-o-que-voc%C3%AA-precisa-saber-para-come%C3%A7ar

https://learninglab.solutionsjournalism.org/pt/courses/basic-toolkit/

https://www.abraji.org.br/help-desk/entenda-o-que-e-e-como-fazer-jornalismo-de-solucoes

https://fundaciongabo.org/es/blog/periodismosoluciones/o-que-e-jornalismo-de-solucoes-vertente-com-foco-em-evidencias-de

http://www.observatoriodaimprensa.com.br/codigo-aberto/jornalismo-de-solucoes-uma-alternativa-para-o-denuncismo-na-imprensa/

https://thewholestory.solutionsjournalism.org/the-top-ten-takeaways-from-the-newest-solutions-journalism-research-9d4cbbed7578

https://fundaciongabo.org/es/blog/periodismosoluciones/como-estimular-conexao-com-audiencia-com-pauta-de-jornalismo-de-solucoes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content