Como construir uma equipe racialmente diversa

Tempo de leitura: 2 minutos
Objetivos

. Construir uma equipe racialmente diversa

. Fazer contratações de pessoas que tenham maior conhecimento da comunidade

. Inclusão da audiência no processo de contratação

Referência

Em uma das cidades com maior diversidade racial dos Estados Unidos, o Milwaukee Neighbourhood News Service (MNNS) tem liderado um movimento de construir uma equipe racialmente diversa, que reflita a sociedade onde o veículo está inserido. Na empresa, quase 70% dos funcionários pagos se identificam como pessoas negras, incluindo o editor-chefe, Ron Smith. Um texto do Lions Publishers resumiu as abordagens para recrutamento, contratação e treinamento da MNNS.

Resultados

. Equipe mais diversa, que reflete a comunidade atendida pelo veículo

. Processo de contratação que inclui leitores fiéis ao veículo

. Contratação de pessoas que conhecem os bairros e regiões da comunidade

Como medir

. Comparação com outros processos seletivos anteriores

. Censo na redação 

. Entrevistas periódicas com os contratados

. Auditoria de fontes e revisão das produções dos novos contratados

Passo a passo

A contratação diversa começa com o recrutamento de candidatos diversos. É preciso reavaliar as qualidades e qualificações mais importantes dos candidatos. O MNNS colocou como princípio encontrar pessoas que conhecessem os bairros da cidade. Para isso, promoveu as vagas nos lugares habituais, como redes sociais, newsletters, sites, mas também recebeu referências pessoais de leitores com relacionamento forte com o veículo. Ao fim, como tinham várias opções, alcançaram a diversidade.

Um novo formulário levou a melhores decisões de contratação. O veículo adicionou duas perguntas ao formulário de inscrição para as vagas: uma que pedia aos candidatos que criticassem o MNNS e outra que lhes pedia que apresentassem duas ideias de pauta. Os candidatos com as melhores respostas a essas perguntas nem sempre foram aqueles com a experiência mais tradicional em jornalismo, mas eles marcaram a caixa mais importante para o MNNS: entender a comunidade e o papel da redação dentro dela. 

Como o treinamento faz parte da estratégia de retenção. A decisão de priorizar o conhecimento sobre comunidade no lugar da formação profissional significa que alguns de seus novos contratados ingressam na redação sem muita experiência como repórteres e redatores. Para preencher essa lacuna, as pautas e produções dos selecionados podem passar por rodadas de feedback e edição antes da publicação. Outra forma, para evitar retrabalhos, é a redação realizar treinamentos mais longos no início do processo, antes mesmo de um repórter ir em campo.

Links

https://lionpublishers.com/how-milwaukee-neighborhood-news-service-built-a-racially-diverse-team-that-reflects-the-community-e85f16fa69ec

https://anchor.fm/lion-publishers/episodes/How-Milwaukee-Neighborhood-News-Service-built-a-racially-diverse-team-that-reflects-the-community-it-serves-e108hlb

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content